Notícias do Vale do Paranhana.

As cores amarelo, vermelho e preto tradicionais da bandeira da Alemanha ganharam um novo tom nos trajes oficiais da corte da Oktoberfest de Igrejinha deste ano. Em sua 32ª edição, a festa buscou inspiração no Outubro Rosa – mês dedicado internacionalmente aos cuidados da saúde preventiva da mulher – para criar os vestidos da rainha e princesas da festa.

Além da preocupação com a saúde da mulher, as vestes da rainha Jéssica Bischoff e das Princesas Nathália Kinast e Natália Dier traduzem nobreza, feminilidade e alegria, permeadas pela tradição dos trajes típicos alemães.

— A rainha e as princesas se tornam referência por onde passam. A partir daí, juntamos elementos e características típicos, com o fato da festa acontecer em outubro, e assim destacar a importância da conscientização do Outubro Rosa — comenta a designer Iôlany Haberkamp, que em conjunto com Rejane e Wilney, da Rewil Confecções, assina a moda da corte pelo quinto ano.

O traje oficial é confeccionado com a cartela de tons de rosa, representando a feminilidade. A base da saia é armada, e o corpo do vestido é ajustado à silhueta e tem delicados detalhes, como aplicação de galões dourados e decote em design arredondado, simbolizando um coração. Ambos são feitos em tafetá.

A gola alta é inspirada na soberania de todas as mulheres, e compõe com a blusa, que é levemente bufante e possui detalhes em guipir. O traje se completa com a sobressaia em renda – onde o vestido da rainha se diferencia das princesas -, todos com aplicações em pedraria. A cintura das soberanas fica marcada com a faixa, finalizada em um laço.

Os trajes oficiais do trio de soberanas foram apresentados dia 8 de junho, durante o evento que escolheu Juraci Weiand como a Seniorin da corte (a representante da terceira idade).