Notícias do Vale do Paranhana.

O governador José Ivo Sartori esteve em Taquara na tarde desta terça-feira (19) em rápida vistoria nas obras de duplicação da ERS-239, no trecho entre a ERS-020 e a ponte sobre o Arroio Tucanos.

Após a visita ao local, às 15h, o governador fez anúncio dos investimentos da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) no Centro de Eventos das Faculdades Integradas de Taquara (Faccat). Na ocasião, foi assinada uma ordem de início de serviços (foto) por Sartori, o diretor-presidente da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), Nelson Lidio Nunes, e o prefeito de Taquara, Tito Livio Jaeger Filho. O custo estimado da obra é de cerca de R$ 12 milhões.

Observado por Sartori e Tito, o diretor-presidente da EGR Nelson Lidio Nunes assinou o documento

— Todos os investimentos feitos atualmente nesta região têm no mínimo uma década em que foram solicitadas pela comunidade. Tudo está sendo feito com recursos próprios, sem nenhum centavo de financiamento e sem nenhum centavo do tesouro do Estado. Tanto esta obra na RS-239 quanto a interseção na RS-115 na altura do corpo de bombeiros tem verba oriunda das receitas da EGR — afirma Nunes.

Sartori elogiou a gestão da EGR, driblando a crítica que corre entre a população de que a obra só saiu do papel devido ao ano de eleições.

— Administrando os recursos próprios com tolerância e paciência, a EGR, junto do governo, vem fazendo tudo o que está sendo planejado. Não adianta prometermos algo porque é período eleitoral. As expectativas da comunidade são sempre também as nossas expectativas. Eu nunca fui de fazer falsas promessas. A demagogia e o populismo têm que acabar algum dia. Com o hábito de só satisfazer momentaneamente a gente perde o rumo e a possibilidade de construir um amanhã diferente — relata o governador.

PONTE NA RS-020

O governador Sartori foi cobrado pelo prefeito Tito sobre a situação na ponte da RS-020, que teve a estrutura danificada após fortes chuvas há quase cinco anos.

— Ainda temos essa questão ligada ao Daer para ser resolvida, que é a ponte na RS-020. Desde 2013 ela opera em apenas uma pista. Sei das dificuldades enfrentadas, mas é algo que incomoda muito a região. Se for possível, gostaria de pedir ao senhor que encaminhe essa questão até o final do seu mandato — cobrou.

Na coletiva de imprensa, ao ser perguntado sobre respostas ao problema para o Vale do Paranhana, Sartori foi taxativo.

— É preciso avaliar se existem as condições dentro do Daer para fazer isso. É uma pena que não tenha sido feito antes, mas estamos fazendo aquilo que podemos. E eu não posso, em períodos como esse (ano eleitoral) prometer absolutamente nada — afirmou o governador.

Desde 2013, ponte traz insegurança aos motoristas e pedestres

PRESENÇAS

Acompanhando Sartori, também estiveram o presidente do Conselho Regional de Desenvolvimento Paranhana/Encosta da Serra (Corede), Delmar Backes, o deputado estadual João Fischer, o prefeito de Igrejinha e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Paranhana (Ampara), Joel Wilhelm, o vereador e presidente do Legislativo taquarense, Guido Mario Prass Filho, além de outras autoridades da região.