Notícias do Vale do Paranhana.

A Polícia Civil prendeu o suspeito de matar e esconder o corpo da vítima em um porta-malas na Estrada do Carahá, no interior de Gramado. O crime foi cometido na noite da última quarta-feira (7), mas o homem foi preso somente nesta segunda-feira (12), após confessar a autoria.

A Brigada Militar (BM) foi informada de um automóvel Gol abandonado na noite do dia 7. Ao averiguar o veículo, foi encontrado o corpo de um homem no porta-malas.

A vítima foi identificada como Ivo de Lima Severo, 60 anos, morador de Três Coroas. Ele constava como desaparecido em ocorrência registrada na delegacia daquela cidade no mesmo dia. O corpo apresentava diversas lesões características a golpes desferidos por arma branca, uma espécie de faconete.

Na noite seguinte, a polícia obteve um mandado de prisão temporária de um suspeito com quem a vítima já havia se desentendido e teria, inclusive, registrado ocorrência em Três Coroas. Em ação realizada pelas delegacias das duas cidades, o homem foi preso, mas negou a autoria.

A polícia, então, confrontou os álibis, e o Instituto Geral de Perícias colheu material genético. Com as provas, o homem (foto abaixo) acabou confessando a autoria, afirmando ter agido sozinho em razão das ameaças que vinha sofrendo de Severo por desavenças em um negócio envolvendo a compra de automóveis.

Segundo a Polícia Civil, ele admitiu, inclusive, que atraiu a vítima para um encontro em Morro Agudo, onde cometeu o crime, e depois dirigiu até a Estrada do Carahá, onde abandonou o veículo.

Ainda nesta semana, a polícia deve pedir a conversão da prisão temporária em prisão preventiva. O suspeito segue detido e deve ser indiciado por homicídio qualificado.

*Com informações do G1