Notícias do Vale do Paranhana.

O terceiro dos suspeitos de envolvimento no crime de sequestro mediante extorsão de uma comerciante de 23 anos que ficou mais de 36 horas em um cativeiro, Aislan Arnhold Maciel, 26 anos, foi preso nesta quarta-feira (14), na rua Pedro Ernesto da Rosa, no bairro Aimoré, em Taquara.

Além de Maciel, foi preso ainda Ismael Batista da Silva, 30 anos. Ele foi detido enquanto o sequestro estava em andamento e indicou aos policiais a localização do cativeiro.

A Polícia Civil ainda procura mais um criminoso – o último da quadrilha – que teve prisão temporária decretada.

O CASO E A INVESTIGAÇÃO

A jovem foi resgatada no início da noite de terça-feira (13) sem ferimentos, apesar da pressão psicológica em razão das ameaças e por ter ficado em uma sala escura. Um sequestrador foi preso e o outro morreu após confronto com agentes que libertaram a vítima. A quadrilha seria do município e pelo menos dois integrantes conheciam o pai da vítima.

Durante coletiva para imprensa nesta quarta-feira (14) na sede do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Porto Alegre, o titular da Delegacia de Roubos, delegado João Paulo de Abreu, revelou os detalhes do crime de extorsão mediante sequestro.

Por enquanto, a corporação não informa o nome do último suspeito procurado e tomou todas as medidas possíveis para garantir a segurança da vítima, já que os criminosos moram na mesma cidade e têm contato com familiares dela.

A comerciante, segundo a Polícia Civil, não é de família rica e uma das preocupações durante as negociações era o fato de que a família não tinha o dinheiro exigido pelos suspeitos. Inicialmente, exigiram R$ 100 mil, mas depois o valor pedido foi de R$ 30 mil. O pagamento do resgate não foi feito.