Notícias do Vale do Paranhana.

A prefeita de Parobé, Gilda Kirsch (PTB), se reuniu na tarde de quarta-feira com o diretor geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Roberto Noderrauer, e com o diretor administrativo, Adroaldo Conzatti, e com a comissão de moradores que participou da manifestação junto à RS-239, na última sexta-feira. A prefeita levou até o Daer três reivindicações da comunidade do bairro Boa Vista e da população dos bairros que ficam às margens da RS-239: a colocação de um pardal para controle de velocidade na rodovia, a construção da passarela que foi votada na consulta popular e a implantação de um retorno mais próximo à sinaleira.

O diretor do Daer se comprometeu em colocar um pardal com painel digital de 60 quilômetros horários nos próximos 30 dias como medida emergencial, que ajudará a comunidade a ter mais segurança para atravessar a rodovia. Paralelamente, continua o processo licitatório da passarela, que está dependendo de prazos legais para se iniciar as obras, já que só com o dinheiro da consulta popular não será possível construir a passarela, explica ele.

Sobre o retorno, o Daer se comprometeu a encomendar um estudo técnico de engenharia e também um planejamento financeiro sobre a viabilidade desta mudança na estrada. Posteriormente, a prefeita recebeu uma comissão de representantes da comunida- de que estava na manisfestação de sexta, como havia prometido no local. A prefeita garantiu que estará em contato direto com Daer e no prazo estipulado irá cobrar o pardal prometido. Eles agendaram uma reunião para dentro de 25 dias.

Sobre o retorno, Gilda se comprometeu a levar engenheiros do Daer, que estarão na cidade para verificar o projeto do pórtico, ao local para que eles possam ver a necessidade que a população tem de mudança. O diretor do Daer deve fazer contato essa semana para informar a data da implantação do pardal.