Notícias do Vale do Paranhana.

Começa nesta segunda-feira (26), às 20h, uma série de cinco lives, transmitidas pela página no Origens do Carnaval em Taquara, no Facebook, que marcam o encerramento do projeto de pesquisa que recuperou, através de histórias, memórias e registros fotográficos, os últimos 80 anos do Carnaval taquarense.

As lives seguem nesta terça e quinta, dias 27 e 29 de outubro, e na terça e quinta da próxima semana, dias 03 e 05 de novembro, sempre às 20h (abaixo o cronograma e convidados).

A proposta das lives, através da participação de historiadores, pesquisadores, mas também de foliões e entusiastas de atividades culturais, é apresentar mais memórias e desdobramentos da pesquisa dessa festa que durante décadas foi o principal acontecimento cultural de Taquara.

— Após a live com a apresentação da pesquisa, realizada em agosto, percebemos que o tema ainda poderia render, então preparamos uma agenda de lives como forma de fechamento do trabalho — explica Vanessa Sanches, coordenadora do Origens do Carnaval em Taquara no Coletivo Pró-Cidadania.

O resultado do trabalho de pesquisa, desenvolvido pelo Coletivo com apoio da Coordenação Acadêmica do Curso de História da Faccat e financiamento do Edital Pró-Cultura do Governo do Estado do Rio Grande do Sul está disponível aqui.

— O projeto demonstra sua importância – além da parte de resgate histórico – com a edição do Carnaval Cultural, que é um novo formato ao carnaval de rua, e também no campo acadêmico, pois abre a possibilidade de entidades de ensino passarem a elaborar projetos através de fundos de cultura — comenta Vanessa.

FACCAT recebe exposição fotográfica e textual da pesquisa

A exposição fotográfica e textual resultante da pesquisa do projeto estará disponível no Hall do Centro de Eventos da Faccat e poderá ser visitada após 23 de novembro, seguindo todos os protocolos de distanciamento social.

Lives Origens do Carnaval em Taquara
26 de outubro (segunda), às 20h
Zé Lopes, carnavalesco e idealizador do Carnaval Cultural, e Gabriel Lourenço, historiador do Coletivo Pró-Cidadania.

27 de outubro (terça), às 20h
Ana Lúcia Holmer Bauer Schweitzer, colaboradora cultural, e Érica Ostrowski, foliã.

29 de outubro (quinta), às 20h
Denise Ferreira, Rainha do Carnaval de Rua de 1991 e colaboradora cultural, e Neka Altenhofer, foliã.

03 de novembro (terça), às 20h
Andrea Rahmeier, coordenadora do Curso de História da FACCAT, e Eliane Silva, foliã.

05 de novembro (quinta), às 20h
Ediane Bardoni, pesquisadora e neda de Dona Palmira, e Solange Bench, pesquisadora e foliã.