Notícias do Vale do Paranhana.

Terminou de maneira trágica a procura pela industriária e estudante de Educação Física Gabriele Wilbert, 23 anos, de Araricá.

No início da madrugada deste sábado (16), a Polícia Civil localizou o corpo da jovem, enterrado em cova rasa (foto abaixo), numa área de mata próxima à Prainha Dourada, em Sapiranga. O local foi revelado pelo autor, que está preso. Gabriele estava desaparecida há uma semana e se torna mais uma vítima de feminicídio.

A jovem foi vista pela última vez na sexta-feira (8), deixando de um posto de combustíveis de Sapiranga, às margem da RS-239. Conforme imagens de câmeras de vigilância, ela estava acompanhada de um homem, com quem mantinha um relacionamento.

No sábado seus familiares procuraram a Polícia para denunciar o desaparecimento. Na terça-feira, o suspeito foi ouvido pelo delegado de Sapiranga, Fernando Pires Branco, mas negou saber do paradeiro de Gabriele. Nesta sexta-feira foi decretada a prisão dele e, na Delegacia de Polícia, o homem acabou confessando o crime e revelando onde havia escondido o corpo.

Aos policiais, o autor do feminicídio, de 25 anos, revelou que agiu por ciúmes e matou Gabriele com um tiro na cabeça. Ele é de Sapiranga e não revelou onde está a arma utilizada no crime.

Com a prisão do autor confesso e localização do corpo, a Polícia Civil concluirá o inquérito em 10 dias.

Delegado Fernando Pires Branco e equipe foram até o local onde estava a cova (Foto: Polícia Civil)

*Com informações do jornal NH