Notícias do Vale do Paranhana.

Em cerimônia realizada na última segunda-feira (7) no Teatro da Ospa, em Porto Alegre, foram assinados os contratos que garantem o repasse de recursos de emendas parlamentares para a área da saúde. O Hospital Bom Pastor (HBP), de Igrejinha, foi contemplado com R$ 1.050.000,00.

O valor será aplicado no custeio de hospitais e de Apaes, como aumento temporário do Teto MAC (Média e Alta Complexidade) do Estado. A negociação envolveu 42 parlamentares gaúchos, desta legislatura e da anterior, e se divide em R$ 68 milhões via emendas de bancada, R$ 32,6 milhões de emendas de comissão e R$ 27 milhões de emendas individuais.

Os critérios para a aplicação das verbas foram definidos em acordo com a Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do Rio Grande do Sul. Um dos pontos garante uma parcela mínima de 20% do valor para a oferta de novos serviços ou o aumento dos já contratualizados. Os hospitais e entidades podem usar os repasses, por exemplo, para consultas, exames e procedimentos cirúrgicos.

No HBP, parte dos recursos serão usados para incremento de serviços existentes. Destaque para 100 procedimentos extras que serão oferecidos no serviço odontológico para pessoas com deficiência. Outra parte será usada em pagamentos de despesas do hospital.

Ao todo, 176 instituições de 143 municípios foram beneficiadas com recursos federais.

QUEM DESTINOU AS EMENDAS

Carlos Gomes (PRB) – R$ 200.000,00
Heitor Schuch (PSB) – R$ 100.000,00
Liziane Bayer (PSB) – R$ 200.000,00
Lucas Redecker (PSDB) – R$ 100.000,00
Marcel Van Hattem (Novo) – R$ 250.000,00
Marcelo Brum (PSL) – R$ 100.000,00
Pompeo de Mattos (PDT) – R$ 100.000,00