Notícias do Vale do Paranhana.

Uma jovem de 21 anos passou por momentos de terror em um período que se estendeu da noite de domingo (12) até o final da tarde de segunda-feira (13), em Parobé. Ela foi agredida pelo namorado, de 19 anos, após uma discussão e teve seus cabelos cortados com uma faca.

A vítima ainda foi ameaçada para que não saísse de casa até que ele retornasse do trabalho, no dia seguinte às agressões. Com medo, a mulher não pediu ajuda, sendo socorrida somente quando teve coragem de ir até a casa da mãe, que a levou para o hospital e acionou a Brigada Militar.

Conforme o registro policial, por volta das 20 horas de domingo, a vítima estava em casa, com duas crianças de cinco e seis anos, quando o agressor chegou. Ele pegou o celular da namorada e deu início a uma discussão. A vítima relatou que mandou as crianças para o quarto, quando ela passou a ser agredida com socos, chutes e tapas. O homem então levou a namorada para outro quarto onde começou a cortar os cabelos dela com uma faca e depois com uma tesoura.

Após, o agressor fez as crianças irem até a casa da avó delas, mãe da vítima. Depois de deixar as crianças, o homem obrigou a jovem a ir até a casa da mãe dele e dizer que ela tinha feito aquilo a si mesma. Ele ainda ameaçou a jovem, dizendo que se chamasse a polícia iria “fazer coisa pior”.

Já na manhã de segunda-feira, o rapaz foi trabalhar e ameaçou a jovem para que ela não saísse do quarto até ele retornar. O autor das agressões tem envolvimento com um homicídio em Igrejinha, ocorrido quando ele ainda era menor de idade.

Em certo momento, a própria mãe do rapaz disse que se a vítima não procurasse ajuda, iria chamar a Polícia. A mulher foi até a casa de sua mãe, que a levou para o hospital e chamou a Brigada Militar. Após atendimento ela foi encaminhada até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Novo Hamburgo, onde foi pedido também Medida Protetiva de Urgência contra o acusado.

*Com informações do jornal NH