Notícias do Vale do Paranhana.

Integrando a II Semana do Bebê de Taquara foi promovido, na terça-feira, 13, na Secretaria Municipal de Saúde, um encontro especial do grupo de gestantes Laço Materno, com a participação da técnica de enfermagem e doula, Keila Cristina Motta de Brito, falando sobre os métodos não farmacológicos para alívio da dor no trabalho de parto e da registradora substituta do Registro Civil e Especiais de Taquara, Isabel Martini Zonta, esclarecendo sobre o registro de nascimento.

Para efetuar o registro de nascimento, Isabel explicou que não é necessário a mãe estar junto, mas enfatizou a importância de fazer o quanto antes o documento.

— Não é somente fazer um documento, mas de tornarmos aquele ser um cidadão do mundo. Sem o registro não é possível nem fazer o teste do pezinho. Somente o pai pode ir, levando a declaração de nascido vivo e os documentos dele e da mãe — reitera.

O Registro Civil e Especiais de Taquara funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h30 e das 13h15 às 17h, na rua Rio Branco, 1145, sala 04, e, não há custo algum.

Falando sobre o parto e esclarecendo as dúvidas das gestantes, em uma roda de conversa, a doula Keila, disse que todas as mulheres são capazes de entrar em trabalho de parto, embora algumas mais facilmente que outras.

— Temos um coquetel de hormônios que são desencadeados durante o trabalho de parto estimulando a mulher a parir — menciona.

Em uma dinâmica com o grupo, Keila ensinou algumas técnicas de relaxamento para diminuir a dor.

— A dor existe, é inevitável, mas pode ser trabalhada com técnicas que vão amenizá-la. O simples momento do toque de uma pessoa em outra, através da massagem, provoca emoções que auxiliam, desviar o pensamento, posições com a bola de pilates, a dança, o banho de chuveiro, bolsa de água quente, tudo o que estimula a relaxar ajuda — afirma.

Com 39 semanas de sua segunda gestação, Marivane Maciel da Silva, 21 anos, moradora do bairro Cruzeiro, disse que a intenção de participar do grupo é estar preparada para o parto.

— Minha primeira experiência foi bem dolorosa, ninguém disse que doía tanto. Fiquei no soro, deitada no hospital. Eu era muito nova, não tinha conhecimento, ninguém me alertou, agora vou me preparar, conhecer, tem muitas possibilidades de relaxamento para que não doa tanto e seja uma hora mais tranquila — ressalta Marivane.

Durante toda a explanação e discussão do grupo, salientou-se que o momento do parto é construído durante toda a gestação e não somente no momento de parir. Com a realização de atividades físicas, informações consistentes sobre o parto e a cesária, bem como uma orientação psicológica, aumentam – se as chances de uma gestação e de um parto saudável para mães e filhos.

— O melhor parto é o qual vocês se sentirem bem. Tem que ter a informação, saber o que vai acontecer, estar ciente, sempre acreditem no sexto sentido de vocês, nosso corpo nos dá sinais. A cesária não é uma opção é uma necessidade, se puderem, optem por deixar o bebê dar o sinal de que está no momento de nascer — afirmou Keila.

II SEMANA MUNICIPAL DO BEBÊ

A II Semana do Bebê de Taquara iniciou em 12 de agosto e segue até o dia 17, sendo uma estratégia de mobilização social apoiada por diversos segmentos da sociedade, instituições e governo para a valorização da primeira infância. Ocorrem diversas atividades educativas, culturais e de serviço, em prol da garantia do direito à sobrevivência e ao desenvolvimento infantil saudável. A Semana faz parte do calendário oficial de eventos, instituída na Lei, nº 6005/2007, oportunizando debates e reflexões acerca das ações oferecidas às gestantes e aos bebês do município. É realizada pela Prefeitura de Taquara em parceria com a Câmara Municipal de Vereadores, organizada pelas secretaria municipais de Saúde, de Educação, Cultura e Esportes e de Desenvolvimento Social e Habitação. A iniciativa conta com apoio do Hospital Bom Jesus, do Núcleo de Pais e Bebês, da Escola Técnica Unipacs e das Faculdades Integradas de Taquara (Faccat).

Próximos eventos

15/08 | Quinta-feira

10h – Local: Secretaria Municipal de Saúde
Inauguração do “Cantinho da Amamentação” da seção Saúde da Mulher
Profissional responsável: Enfermeira Maria Cândida Nunes Peres
16h – Local: UBS Piazito
Sensibilização para Equipe da Rede sobre a importância do atendimento humanizado
Organização: Coordenadora da UBS Piazito Raquel Fabiana Peixoto e Psicóloga Bruna Detoni
Profissional convidada: Psicóloga Simone Isabel Jung
18h – Local: Auditório Administrativo FACCAT
II Seminário da Semana do Bebê de Taquara-RS
18h – Credenciamento
18h30min – Mesa de abertura
19h – PALESTRA: Aconselhamento em Amamentação e Manejo Clínico
Palestrante: Enfermeira Ms. Celina Valderez Feijó Kohler
Moderadora: Nutricionista Fabíola Frezza Andriola
19h45min – PALESTRA: Ajudando as crianças a entender seus sentimentos
Palestrantes: GNAT (Grupo de Pesquisa Neurociência Afetiva e Transgeracionalidade) PUCRS
Moderadora: Psicóloga Bruna Detoni
21h – PALESTRA: Diretos da Mulher Gestante e Mãe
Palestrante: Juíza Drª Cinara Rosa Figueiró (Justiça do Trabalho)
Moderadora: Enfermeira Maria Cândida Nunes Peres

16/08 | Sexta-feira

14h – Local: UBS Piazito
Primeiro Encontro do Grupo de Apoio à Amamentação e “A HORA DO MAMAÇO”
Profissionais Responsáveis: Nutricionista Fabíola Frezza Andriola e Enfermeira Fernanda Flores
15h30min – Local: EMEI São João Batista – Bairro Empresa
Oficina de Brinquedo de Sucata
Organização: Equipe do Programa Criança Feliz e Primeira Infância Melhor (PIM)

17/08 | Sábado

Encerramento da Semana do Bebê:
14h às 17h – Local: Parque do Trabalhador
Evento Cultural e Recreativo
Apresentação: EMEI Maria Arlete Wallauer Jaeger
Organização: Programa Primeira Infância Melhor (PIM) e Programa Criança Feliz em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte.