Notícias do Vale do Paranhana.

O retorno das aulas da rede estadual gaúcha será, prioritariamente, pela modalidade de educação a distância (EAD).

Segundo o governador Eduardo Leite, por meio de sua transmissão diária pela Internet, a Assembleia Legislativa repassou ao Executivo R$ 5 milhões que serão utilizados, de maneira exclusiva, para contratar pacotes de dados para os celulares dos alunos. Assim, os estudantes poderão acessar de maneira gratuita todo o conteúdo que será repassado pelos professores.

Conforme Leite, somente na próxima semana a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) deverá divulgar todos os protocolos para a retomada das aulas no Estado, tanto na rede privada como pública, incluindo as universidades.

— A nossa prioridade será o ensino a distância, com algum nível de participação presencial para manter vínculos com a escola e com os professores. Mas será de forma regrada, com repartição de turmas. Tudo isso está sendo considerado nos protocolos — disse.

Ao todo, o Rio Grande do Sul possui 2.497 escolas estaduais e cerca de 812 mil alunos. Há, ainda, em torno de 43 mil professores.