Notícias do Vale do Paranhana.

O governo estadual, por meio da Secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE), anunciou nesta quinta-feira (10) que irá avaliar possíveis novas concessões e parcerias público-privadas no estado.

Conforme o secretário Claudio Gastal, em 60 dias, a SGGE realizará um levantamento de ativos que poderão ser repassados para a iniciativa privada e para o terceiro setor.

Na área de Transportes, a rodovia estadual ERS-020 está em fase final de estudos pela KPMG, consultoria contratada no governo anterior. A expectativa da atual gestão é de que os estudos estejam concluídos até fevereiro.

Conforme Gastal, esta é uma das demandas que o governador Eduardo Leite pediu prioridade.

— Nosso conceito é de que o serviço público deve ter qualidade. Indiferente de quem o realiza, se é o próprio governo, empresa privada ou terceiro setor. O cidadão, que é o sentido de tudo, tem que estar satisfeito e bem atendido. Por isso, vamos elencar os possíveis ativos do governo, em diversas áreas e apresentá-los — afirmou.

Em suas redes sociais, o governador Eduardo Leite falou sobre as concessões para as estradas gaúchas.

— Aquelas com maior fluxo de veículos devem ser operadas pela iniciativa privada, eliminando gastos públicos desnecessários e focando naquilo que é mais essencial para o Estado — salientou.

A rodovia deverá ser pedagiada. A duração da concessão deve ser de 30 anos.

TRECHO DA RODOVIA EM ESTUDO PARA CONCESSÃO

(Foto: divulgação)

ERS-020/ERS-235, entre Cachoeirinha-Taquara-São Francisco de Paula-Canela, com 117,7 Km de extensão.

UMA DAS PIORES RODOVIAS DO ESTADO

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou em agosto do ano passado a a terceira edição do Anuário CNT do Transporte 2018 – Estatísticas Consolidadas. Segundo o estudo, a RS-020 figura entre as rodovias mais irregulares e problemáticas do Estado. Relembre e veja flagrantes do descaso com a estrada em reportagem especial.