Notícias do Vale do Paranhana.

Na última semana, atendendo denúncia de moradores do bairro Alexandria, em Parobé, a equipe de fiscais ambientais da Secretaria de Meio Ambiente, em trabalho conjunto com Polícia Ambiental, encontrou criação de galos de rinha na rua João Bitencourt. Ao todo, foram contabilizadas 30 aves.

No local, também foi encontrado um tambor (foto abaixo), equipamento usado para a realização das rinhas. Moradores das redondezas reclamam de mau cheiro e proliferação de ratos e outros insetos.

O diretor de Meio Ambiente Carlos Freitas ressalta que o Código de Posturas do Município proíbe a criação desses animais em área urbana.

— Promover atividade de rinha é crime, pois causam maus tratos aos animais, na qual são normalmente motivadas para a prática de jogos e apostas — explica.