Notícias do Vale do Paranhana.

Com 30 anos de atuação no mercado de dedetização, controle de pragas e sanitização de ambientes, a Imunizadora Hoffmann, localizada em Igrejinha, já passou por diversos períodos difíceis em sua história. O que José Hoffmann, fundador e atual diretor da empresa não imaginava é que a chegada de uma nova crise econômica poderia potencializar seus negócios.

De abril deste ano até setembro, a empresa teve um aumento de 100% (subindo de 40 para 80) nos serviços de sanitização de residências, empresas, indústrias e até mesmo em clínicas e hospital. De acordo com a empresa, a projeção é ainda maior para o aumento dos negócios, pois além do serviço para combate do vírus, os empresários da Imunizadora acreditam que a sanitização vai se tornar cada vez mais uma cultura de manutenção dos ambientes com grande fluxo de pessoas.

Em 1987 quando a Imunizadora Hoffmann foi criada no município de Igrejinha, o único serviço oferecido era o de dedetização, mas ao longo dos anos a empresa foi crescendo e se aprimorando para atender as demandas da região.

— Neste ano de 2020, com o cenário da pandemia e a necessidade da população de proteger o ambiente contra o vírus Covid-19, especializamos a equipe e adquirimos novos equipamentos para oferecer um serviço de sanitização mais eficiente — garante o empresário.

De acordo com Hoffmann, sua empresa figura entre as mais importantes da área no Brasil e é responsável por ações de combate ao Covid em 2020, como no estádio Beira Rio, fazendo ações de desinfecção com protocolos internacionais.