Notícias do Vale do Paranhana.

O Departamento Autonômo de Estradas de Rodagem (DAER), responsável pela rodovias estaduais, resolverá o problema no viaduto da RS-239. Durante esta semana, o presidente do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) Paranhana-Encosta da Serra, Delmar Backes, conversou com diretores do órgão estadual, obtendo garantias de que a questão será solucionada em definitivo.

Segundo Delmar Backes, o Daer reconheceu que a solução encontrada anteriormente, a qual era a colocação de um aterro, era “mais barata”. Porém a nova medida para corrigir o problema, acabará custando mais cara e levará mais tempo para ser efetivada. “É mais cara, porém será executada”, contou Delmar Backes. Backes avalia também que a economia pretendida pelo órgão acabou resultando apenas em “perda de tempo”, na medida que foi preciso aguardar durante certo período para avaliar seus resultados e constatar que foram insatisfatórios. Os diretores do Daer, garantiram a realização do trabalho, prometendo definir a questão nos próximos dias.

Backes salientou ainda, que solicitou pressa, ressalvando, no entanto, ser necessário cuidado para que não houvesse precipitação. O diretor do Corede afirmou também que pediu ao Daer “que a solução seja definitiva”, de modo a prevenir acidentes no futuro. “Tem que ser segura, não importando qual o tempo levado nem quais os custos”, sentenciou.

Além disso, o Corede reivindica que o Daer esclareça se o problema no viaduto foi de projeto ou de execução. A solicitação foi feita à diretoria do Daer, que na ocasião prometeu melhorias no trecho asfáltico no largo da Churrascaria Serra e Mar. “Há uma ondulação muito forte naquele ponto”, observou Delmar Backes. Os trabalhos já foram iniciados na manhã desta quinta-feira, com a colocação de uma camada asfáltica na travessia entre as duas pistas da RS-115.