Notícias do Vale do Paranhana.

O corpo encontrado no porta-malas de um carro queimado na madrugada de sábado (6) pode ser do taxista de Rolante, Sérgio Jaime Bernardes, 64 anos, desaparecido há mais de uma semana. O trabalho da perícia é aguardado. Enquanto isso, a família segue angustiada e a polícia em busca de indícios para elucidar o caso.

O delegado responsável pelo caso, Vladimir Haag Medeiros, revelou que não descarta a possibilidade de o corpo ser do taxista, mas até a identificação, a polícia, segundo ele, não pode alimentar especulações.

O corpo carbonizado foi localizado no bairro Rio Branco, em Canoas. A Brigada Militar recebeu uma denúncia de que um veículo estava incendiando na rua Primavera, embaixo do viaduto da BR-448. Quando a guarnição chegou até o local, encontrou um Ford Focus cinza em chamas.

Durante o trabalho de rescaldo, os Bombeiros e a polícia identificaram a presença de um corpo no porta-malas do carro. A perícia foi acionada para fazer o levantamento do local e o corpo foi encaminhado ao IML para o exames de necrópsia.

Segundo a BM, o Focus era clonado e tinha sido roubado no dia 17 de dezembro de 2018, em Porto Alegre.