Notícias do Vale do Paranhana.

Por Claudir dos Santos/Especial

A Orquestra de Câmara Paranhana carrega entre seus objetivos o compromisso em levar música de qualidade para os municípios da região, dessa forma sobe ao palco do Centro de Cultura de Três Coroas no próximo domingo (12), quando a cidade completa 60 anos.

Ainda entre os objetivos da Orquestra, desde que começou a ser idealizada, em 2015, está a realização de concertos didáticos com propósito de formar público, também desenvolver talentos, mantendo a missão de promover e democratizar o acesso à cultura musical.

O Concerto Especial para celebrar as seis décadas da cidade, segundo o diretor musical e maestro João Borba, contará com um repertório diverso.

— Vamos iniciar com uma abertura tradicional, com Mozart, passando por Strauss, depois teremos versões de clássicos do rock e também arranjos especiais para as músicas autorais com os solistas convidados, um repertório bem diversificado — revela.

A orquestra comunitária é formada por músicos profissionais de diversas cidades da região, também de outros estados e inclusive uma participação internacional.

— Teremos 17 músicos, com violinos, violas de arco, violoncelo e contrabaixo acústico — destaca o maestro.

DOAÇÃO DE INSTRUMENTOS

Na noite de celebração das seis décadas da cidade também acontece a doação oficial de instrumentos da Fundação Huberto Schmitt Muller para a Prefeitura de Três Coroas.

— Vai acontecer a doação de 130 instrumentos que atenderam mais de 200 alunos na área da música com o projeto da Orquestra Jovem — destaca João Borba, que também era o diretor musical da Fundação.

Os solistas convidados do Concerto Especial, Riquiel Cruz e Gabriel Vettorazzi, são jovens três-coroenses que estudaram teoria musical, tocaram instrumentos e participaram do coral no projeto da Fundação.

Riquiel Cruz lembra com entusiasmo da sua trajetória.

— Logo nas primeiras audições da Fundação eu entrei para a Orquestra como pianista, foi numa fase da minha vida que eu já queria a música e a Fundação chegou com o projeto totalmente gratuito e com ótimos profissionais — relata.

O jovem que já lançou um álbum e diversas músicas autorais vai se apresentar com arranjos da Orquestra para sua canção “Veleiro”.

— Parte do que eu sou hoje é por causa da Orquestra, eu aprendi muito, foi um empurrão importante.

Gabriel Vettorazzi que canta e toca violão na banda Nayê revela a importância da Fundação na sua formação.

— Eu já gostava de música, mas a Fundação foi o que me introduziu na música de verdade. Foi onde eu tive o contato com a teoria, com professores muito bons, e tudo de graça — destaca.

O artista também comemora a oportunidade para tocar sua música autoral “Teu Mar”.

— É uma honra poder tocar com a Orquestra do Paranhana e com o João, que é um excelente músico.

ENTRADA FRANCA

Com a participação dos solistas convidados Riquiel Cruz e Gabriel Vettorazzi, o Concerto Especial de Aniversário de Três Coroas com Orquestra de Câmara Paranhana acontece dia 12 de maio, domingo às 19h.

A entrada é franca, com apresentação do folder que pode ser retirado na Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC), rua Mundo Novo, 130, telefone (51) 3546-1418.