Notícias do Vale do Paranhana.

As obras de Unidades Básicas de Saúde, que contemplam diversos bairros em Parobé, receberam na última semana a fiscalização da Comissão de Obras e Infraestrutura da Câmara de Vereadores.

O grupo formado por Idamir Antônio de Morais (PSDB), Moacir Jagucheski (Cidadania) e Dari da Silva (PROS), realizou uma visita técnica nos locais com o engenheiro do município, Cleber Schonardie.

— Temos a responsabilidade de fazer as averiguações e verificar quaisquer irregularidades — explicou Morais, que preside a comissão.

Os parlamentares verificaram o andamento das obras da UBS no bairro Vila Nova, UBS do bairro 3L e também a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no bairro Integração. Ao todo, estas obras somam mais de R$ 4 milhões em recursos públicos.

— Este trabalho de averiguação e constatar o que esta certo e o que esta errado, faz parte do nosso papel como legisladores. É importante que os empreiteiros também vejam que nós estamos em cima, fiscalizando e representando a comunidade — destaca Jagucheski.

Tanto a unidade do bairro 3L, como a UPA do bairro Integração, estão seguindo os padrões estabelecidos no projeto de licitação. Nestes dois locais, os parlamentares verificaram que os serviços efetuados estão em conformidade com o que foi contratado pelo município.

IRREGULARIDADE EM OBRA DE UBS

Já na UBS do bairro Vila Nova, foram constatadas irregularidades na construção. Ao fazer a retirada dos canos que estavam expostos na superfície, os vereadores e o engenheiro foram surpreendidos com a falta de continuidade do encanamento.

— Identificamos uma clara tentativa da empresa de ludibriar a fiscalização, com a inexistência do encanamento. Vamos fazer uma notificação dando um prazo para que a empresa retifique este problema. Isto é inadmissível — comentou o engenheiro.

A construção iniciou em julho de 2018 e tinha o prazo de término estipulado para março deste ano. A empresa que realiza o trabalho na obra é a YC Serviços Ltda. Além destas, o município atualmente possui cerca de 40 obras em andamento, que devem receber a visita da comissão nos próximos meses.

— Visitas como esta são o trabalho ordinário dos vereadores. Me sinto feliz em ver o andamento da UPA e no bairro 3L, mas onde constatamos irregularidades eu ainda não tenho um posicionamento. É preciso avaliar bem com o jurídico da Prefeitura e ver quais os encaminhamentos que serão feitos. A comunidade precisa de uma resposta — avalia Silva.