Notícias do Vale do Paranhana.

O projeto Cinesolar, que leva um cinema itinerante em uma van movida a energia solar a cidades do país, vai passar pelo Vale do Paranhana neste fim de ano.

A maratona de sessões que começou em Farroupilha e irá passar por 32 cidades gaúchas vai terminar em Riozinho nesta terça (11). As exibições acontecem ao ar livre e são gratuitas.

O cinema é montado em lugares como praças públicas e quadras esportivas, principalmente em regiões mais carentes, como comunidades, aldeias indígenas e até em locais sem energia elétrica. A van é equipada com placas solares que têm autonomia de mais de 20 horas, conforme os organizadores.

São disponibilizados 100 assentos para o público, e o telão mede 200 polegadas.

— Nosso objetivo é, além de democratizar o acesso à produção audiovisual nacional, trabalhar com ações sustentáveis que multipliquem a conscientização ambiental e mostrem a força que a energia solar tem por aqui — diz Cynthia Alário, idealizadora do Cinesolar e diretora da Brazucah Produções.

A SESSÃO

Filme
“Turma da Mônica: As doze badaladas dos sinos de natal”

Onde?
Rua Coberta – Rua 7 de setembro, 72

O CINESOLAR

O projeto começou em 2013 e já realizou cerca de 670 sessões com a exibição de mais de 100 filmes, entre curtas-metragens (de temática socioambiental) e longas em 285 cidades do país. Conforme dados da organização, nesse período, foram economizados mais de 1.777,6 kW de energia elétrica, equivalentes a cerca de 5,1 mil horas de uma geladeira ligada sem interrupções.

O Cinesolar é realizado pela Lei Rouanet e tem patrocínio e apoios de de empresas de energia, além do Ministério da Cultura e governo federal.

Em cinco anos, já foram mais de 600 sessões, com a exibição de mais de 100 filmes Brasil afora