Notícias do Vale do Paranhana.

Apresentando músicas com um ritmo forte, produzidas por instrumentos de sopro e percussão, as bandas marciais fizeram história em Taquara. Como forma de resgatar a memória e homenagear aqueles que já fizeram parte desses grupos musicais, a Prefeitura promoveu um encontro no Viena Shopping e fez a entrega de um troféu de resgate dos antigos grupos do município.

Formada por um grupo de músicos instrumentais, a banda marcial geralmente se apresenta ao ar livre e utiliza movimentos corporais, como um tipo de marcha, para realçar ainda mais a grandeza de sua apresentação. Além do Colégio Santa Teresinha, que formou a banda pioneira no município, Taquara teve ainda outras quatro bandas marciais, sendo que duas delas ainda se mantém atuantes até hoje.

Representando o prefeito Tito Livio Jaeger Filho, o vice-prefeito de Taquara, Hélio Cardoso Neto, parabenizou os professores Darlei Eduardo Franzen, Maria Eliane Bench e Helena Breier – integrantes da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SMECE), pela elaboração do projeto que resgata momentos que permanecem na memória de muitos taquarenses.

— Entendemos que o progresso de uma cidade é tão importante quanto valorizar o seu passado e as pessoas que fizeram a história do nosso município. Algumas dessas bandas, homenageadas hoje, foram as precursoras dessa atividade em nossa região. E isso nos enche de orgulho — destacou o vice-prefeito de Taquara.

Durante a solenidade, que contou ainda com uma exposição de fotos, roupas e instrumentos da época em que essas bandas marciais estavam ativas, ocorreu um momento que emocionou a todos os presentes – uma homenagem especial ao professor Ari Werlang, o segundo maestro da Banda Marcial do Colégio Santa Teresinha (foto abaixo).

Ao final do evento, realizado no Centro Educacional Índio Brasileiro César, ocorreu a apresentação da Banda Crioula Cláudio Wingert, do Instituto Estadual de Educação Coronel Genuíno Sampaio, de Sapiranga. Os músicos, coordenados pela professora Nelsi Fülber, são regidos por Paulo César da Silva Santos (o PC Santos). A banda, que reúne música e dança, apresentou a temática “Sapiranga, cidade das rosas, minha terra, meu lar. Sapiranga com suas bicicletas, asas no céu, perfume no ar”, com coreografia de Solange Rosa.

As escolas homenageadas que tiveram bandas marciais e músicos presentes no evento e que foram contemplados com um troféu foram:

– Diretora Simone Weber, do Centro Sinodal Dorothea Shäfke
– Diretor Januário Marques de Souza, da Escola Estadual Felipe Marx (Polivalente)
– Liane Filomena Müller, uma das primeiras baliza da Banda Marcial do Colégio Santa Teresinha
– Carlos Alberto da Silva (Betinho), instrutor da Banda Marcial da Escola Rodolgo Von Ihering
– Wilson Silveira, instrutor da Banda Marcial do Cimol
– Ari Werlang, segundo instrutor da Banda Marcial do Colégio Santa Teresinha

PRESENÇAS

Também participaram da homenagem as antigas bandas marciais de Taquara os Secretários Municipais de Educação, Cultura e Esportes, Antônio Edmar Teixeira de Holanda; de Desenvolvimento Social e Habitação, Anildo Araújo, e de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, Adelar Marques, além do vereador Adalberto Soares, diretoras da rede municipal de ensino de Taquara e a comunidade em geral.

GALERIA