Notícias do Vale do Paranhana.

Na manhã desta terça-feira (20), a Barragem das Laranjeiras, em Três Coroas, foi aberta pelo Governo do Estado. Como consequência da medida, a água ficou turva e foi registrada mortandade de peixes às margens do Rio Paranhana. Devido à turbidez, que teve índices elevados, a Corsan teve que suspender a captação na Estação de Água Bruta.

A companhia comunica que interrompeu o abastecimento em 23 bairros ou localidades do município. De acordo com relato de moradores, há diversos transtornos causados.

Segundo a Prefeitura, o Executivo não foi informado sobre a data de abertura das comportas. Em nota, o município declarou que a ação faz parte de um projeto do Governo do Estado e, devido a situação de risco que já havia sido constatada, técnicos encaminhados pelo Estado fizeram uma avaliação e decidiram soltar água da barragem.

“Providências estão sendo tomadas. A Secretaria de Meio Ambiente contatou a Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler (Fepam) para que venham e façam uma análise de toda situação. A Prefeitura está acompanhando atentamente a situação e a Corsan está monitorando. Apesar da importância do tema, a Administração Municipal pede a compreensão de todos, deixando a certeza de que tudo será solucionado no menor espaço de tempo possível”, diz o comunicado.

Equipes da Secretaria de Meio Ambiente estão próximas ao local verificando a situação. Segundo a titular da pasta, Eliane Santos, não é permitido o acesso à barragem.

Em Canela, que faz limite com Três Coroas na barragem, a Prefeitura foi informada da ação desta terça-feira, mas não registrou prejuízo ou impacto na cidade.

Impacto nas águas do Paranhana resultou na morte de peixes (Foto: Lucas de Freitas/Verde TV)

BARRAGEM INATIVA E PROBLEMÁTICA

A Barragem das Laranjeiras tem a casa de máquinas inativa há anos e é tida como um problema pelas administrações de Canela e Três Coroas. De propriedade do Estado, a estrutura de 60 anos está atualmente sob gerência da Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT).

Em audiência pública realizada em Três Coroas em abril de 2019, o secretário de Meio Ambiente e Infraestrutura do RS, Artur Lemos, afirmou que o Estado não tinha interesse em assumir a operação de produção de energia nas barragens do Sistema do Salto.

Em agosto deste ano, a barragem apresentou vazamentos e aumentou o risco de um possível rompimento. Como plano de ação para se evitar uma tragédia estava previsto o esvaziamento da barragem para fazer o conserto da comporta com problema. A situação virou alvo de um Inquérito Civil movido pelo Ministério Público de Canela.

Segundo informações da assessoria de imprensa da CEEE, a Secretaria de Meio Ambiente e Infraestrutura do RS irá se manifestará sobre assunto ao longo do dia.

BAIRROS COM PROBLEMAS DE ABASTECIMENTO

– Águas Brancas
– Centro
– Itapuã
– Linha 28
– Linha Café
– Loteamento Eucaliptos
– Loteamento Frida Sohne
– Loteamento Industrial
– Loteamento Lauffer
– Loteamento Pinheirinhos
– Loteamento Portal do Sol
– Loteamento Raul
– Loteamento Vitória
– Moreira
– Mundo Novo
– Mundo Novo III
– Porto Belo
– Quilombo
– Sander
– Vale Real
– Vila Mauá
– Vila Nova