Aproveite o melhor da internet com a TCA. Assine agora: 51 3541.9100

Em 2018, a TCA completou 30 anos de pioneirismo. E essa história se confunde com a própria evolução da web.

Apesar de termos começado como uma assistência técnica de equipamentos de informática, nossa marca se fortaleceu graças aos serviços de internet. Somos o provedor há mais tempo em atividade no Rio Grande do Sul e nosso nome é sinônimo de qualidade em Fibra Ótica. Porém, evidentemente, essa trajetória não se consolidou de uma hora para outra.

Que tal relembrar conosco alguns momentos marcantes? No post de hoje, vamos pincelar curiosidades sobre a rede mundial de computadores (e tablets e smartphones e tantos outros dispositivos). Acompanhe!

Da conexão discada à fibra ótica

A internet comercial teve início no Brasil em 1995. Antes disso, era exclusividade de pesquisadores, constituindo um grande grupo internacional de comunicação científica.

A transmissão de dados entre máquinas ocorria graças a uma estrutura de cabos, que inclusive existe até hoje. Para o sinal chegar aos lares brasileiros, utilizava-se a rede de telefonia fixa.

Quem viveu a época da internet discada deve se lembrar muito bem deste chiado. Era o som que o modem emitia no momento de conectar-se à rede. Aliás, como o usuário ocupava a linha, não dava para fazer uma ligação e navegar na web ao mesmo tempo.

No fim de semana, então, era uma festa só. A partir das 14h, pagava-se um único pulso telefônico para entrar na internet (e não um valor por minuto, como nos dias úteis). Ligar para a casa de alguém ficava complicado, pois os jovens aproveitavam esse período para explorar sites, trocar e-mails e conversar via chats on-line.

Felizmente, a tecnologia avançou com rapidez. Na virada do século, surgiram as conexões da família xDSL (Digital Subscriber Line, ou linha de assinante digital). Mais velozes que o dial-up, elas funcionavam sem ocupar o telefone – algo importante, numa década em que celulares eram raridade.

Outros meios de transmissão, por rádio e por satélite, também despontaram no mercado. No entanto, foi a fibra ótica que permitiu um novo salto para a era digital. O filamento fino e flexível emite pulsos de luz, em vez de eletricidade. Essa diferença permite uma transferência muito mais robusta de informações.

Além disso, os cabos não são de cobre, mas de vidro. Trata-se de um material menos suscetível a interferências eletromagnéticas. Assim, instabilidade e perda de velocidade tornaram-se problemas do passado.

Da velocidade à mobilidade

Voltando aos anos 1990, havia outra limitação que atrapalhava a vida dos internautas: era preciso estar num ponto fixo para usar a rede. Mesmo que a pessoa instalasse uma extensão para os cabos, dificilmente ficava muito longe de uma tomada telefônica.

Internet móvel, então, parecia um sonho distante. Até existia o WAP (Wireless Application Protocol), mas essa moda nunca pegou. A navegação via celular era cara demais e nada prática. Os desenvolvedores dos sites tinham que pôr no ar versões alternativas das páginas, sem fotos e com textos reduzidos. Era a única maneira de carregar o conteúdo nas telinhas minúsculas dos aparelhos.

Atualmente, com smartphones e planos 4G, a mobilidade faz parte do cotidiano. Estamos on-line o tempo todo, a ponto de algumas pessoas se sentirem sobrecarregadas com tanta informação.

Ocorre que os planos de telefonia móvel continuam proibitivos para a maioria da população. Por isso, qualquer estabelecimento que ofereça Wi-Fi ganha pontos com a clientela. Esse método para a transmissão sem fio do sinal permite que diversos dispositivos se conectem à mesma rede. Embora haja oscilações de vez em quando, essa ainda é a melhor maneira de ter internet rápida sem ficar preso a um computador de mesa.

E a tendência é que a tecnologia evolua cada vez mais. Duas décadas atrás, ninguém imaginava assistir a filmes via streaming, com imagem de cinema, na TV de casa. Hoje já se fala em internet das coisas, com objetos conectados que se comunicam entre si e realizam tarefas do dia a dia.

Quem sabe aonde os próximos 30 anos vão nos levar? Qualquer que seja o caminho, tenha certeza que a TCA estará lá, sempre entregando um serviço de qualidade a seus clientes.

Confie na melhor banda larga do Vale do Paranhana. Conheça nossos Planos de Fibra Ótica e aproveite o melhor da internet.