Notícias do Vale do Paranhana.

A Assembleia Legislativa aprovou por 45 votos a zero na tarde desta terça-feira o substitutivo ao Projeto de Lei 38/2016, que cria a Região das Cervejarias Artesanais no Estado. A proposta foi apresentada em Plenário em conjunto pelos deputados Elton Weber (PSB) e João Fischer (PP).

A Rota Cervejeira, inspirada em modelos de sucesso como o do vinho gaúcho, que transformou o Vale dos Vinhedos em atração turística nacional, será formada pelos municípios que integram a Rota Romântica: São Leopoldo, Novo Hamburgo, Estância Velha, Ivoti, Dois Irmãos, Morro Reuter, Santa Maria do Herval, Presidente Lucena, Linha Nova, Picada Café, Nova Petrópolis, Gramado, Canela e São Francisco de Paula, mais as cidades de Alto Feliz, Campo Bom, Feliz, Igrejinha, São Vendelino, Sapiranga, Três Coroas e Vale Real.

Fixinha foi o relator do projeto de Elton Weber na Comissão de Constituição e Justiça e solicitou a inclusão de mais municípios na proposta original.

— A Rota Cervejeira irá impulsionar o turismo na região, ao mesmo tempo em que representa uma homenagem à colonização alemã — destacou Fixinha.

Weber explica que a alteração também visa beneficiar exclusivamente o método típico de produção da região, evitando que indústrias ou cervejarias de fundo de quintal se beneficiem da denominação.

— As modificações foram no sentido de aperfeiçoar o texto, tivemos um bom tempo de maturação deste projeto para que ele modifique o perfil turístico da região.

O Rio Grande do Sul ocupa a segunda colocação no ranking nacional, com 119 empreendimentos, vindo atrás somente de São Paulo, que possui 122 cervejarias artesanais. Os dados são do Ministério da Agricultura, que até junho deste ano indicava 610 cervejarias deste perfil no país.