Apresentação

Este blog é uma tentativa de traduzir o trabalho do pensamento em palavra escrita, com direito a falhas, equívocos e perdões.
Obrigado aos que tiveram o trabalho de dedicar sua atenção!

Perfil

Marcos Kayser é um dos sócios fundadores da TCA Informática que iniciou atividades em 1988. Idealizador do software Scopi. Bacharel, licenciado e mestre em Filosofia pela Unisinos. Tem curso de formação em gerenciamento de projetos. Presidiu a Câmara da Indústria, Comércio, Serviços e Agropecuária do Vale do Paranhana (CICS-VP). Preside o Comitê Regional do PGQP no Paranhana. Escreveu o livro O Paradoxo do Desejo, com prefácio de Márcia Tiburi, onde busca investigar a "mecânica do desejo nas relações de poder", e o livro Quando Tamanho não é documento, contando a história da gestão da TCA, vencedora do Prêmio Nacional de Inovação.

Obras do Autor
Buscar

Archive for outubro, 2009

No rumo da integração regional

Quando se trata de decisão tomada por políticos, nem tudo é motivo para lamentação e indignação A criação da Associação dos Municípios do Vale do Paranhana e do Consórcio Intermunicipal, com o objetivo principal de desenvolver projetos comuns às cidades do Paranhana é motivo de sorrisos e aplausos. É bem vinda e merece nossa saudação.

Há 20 anos, lideranças empresariais, dentre as quais Guido Utz e Décio Schenkel, que presidiam a ACIT, deram início ao movimento de consolidação de uma identidade própria para a região: o Paranhana. A ACIT se transformou em CICS-VP (Câmara da Indústria, Comércio, Serviços e Agropecuária do Vale do Paranhana), tendo como meta principal a da integração regional, simbolizada, na época, por uma logomarca enaltecendo o calçado nas correntezas do rio Paranhana e o slogam “a força da corrente”.

Agora dentro do mesmo objetivo, o da integração, teremos uma entidade que congregará todos os prefeitos das seis cidades do Vale. Só assim temos alguma chance de fazer frente às adversidades e as desavenças e reverter a situação nada confortável em que a região se encontra quando analisada sobre a ótica do desenvolvimento socioeconômico como demonstra o IDESE (Índice de Desenvolvimento Sócioeconômico).

Para recuperar, só no médio e no longo prazo e isso se adotarmos a ferramenta do planejamento, indispensável para quem se dispõe a construir um projeto responsável e sustentável. Planejamento estratégico regional que no nosso caso é a Agenda Paranhana 2020, capitaneado pela sociedade civil organizada, representada por voluntários, entidades de classe e o poder público, em especial os executivos municipais e seus legisladores. Agenda que começou com um diagnóstico, uma espécie de radiografia regional, feita a partir de um encontro histórico que reuniu mais de 300 cidadãos paranhanenses e que teve seu ponto forte na consulta popular, da qual participaram 4906 pessoas votando e escolhendo os objetivos estratégicos prioritários. Depois veio os encontros dos voluntários especialistas que apresentaram 39 projetos no que se chamou de movimento de primeira onda. Destes, atualmente, 60% estão em andamento, 20% foram implementados e os outros 20% estão atrasados. O Hospital Regional com a UTI e o Calendário Regional de Eventos, são alguns dos 39 projetos que estão na Agenda, que certamente serão beneficiados com a criação da Associação e do Consórcio, ganhando um novo impulso, o que deve ocorrer com outros projetos do nosso planejamento regional.

Ainda temos o Escritório de Projetos (PMO), em fase final de estruturação, que poderá dar suporte técnico não só aos projetos estratégicos que estão na Agenda, mas também na elaboração e na gestão de projetos pontuais do Consórcio e das Prefeituras. Enfim, temos mais um motivo para sustentar a utopia de que o Paranhana ainda será “uma região de primeiro mundo”. Parabéns a todos os prefeitos do Paranhana!

Marcos Kayser
Presidente CICS-VP

Arquivos