Apresentação

Este blog é uma tentativa de traduzir o trabalho do pensamento em palavra escrita, com direito a falhas, equívocos e perdões.
Obrigado aos que tiveram o trabalho de dedicar sua atenção!

Perfil

Marcos Kayser é um dos sócios fundadores da TCA Informática que iniciou atividades em 1988. Idealizador do software Scopi. Bacharel, licenciado e mestre em Filosofia pela Unisinos. Tem curso de formação em gerenciamento de projetos. Presidiu a Câmara da Indústria, Comércio, Serviços e Agropecuária do Vale do Paranhana (CICS-VP). Preside o Comitê Regional do PGQP no Paranhana. Escreveu o livro O Paradoxo do Desejo, com prefácio de Márcia Tiburi, onde busca investigar a "mecânica do desejo nas relações de poder", e o livro Quando Tamanho não é documento, contando a história da gestão da TCA, vencedora do Prêmio Nacional de Inovação.

Obras do Autor
Buscar

Archive for março, 2005

Mulheres: sem elas nem seríamos

Amanhã, dia 8 de março, é o dia Internacional da Mulher. Dia que, talvez, não fosse necessário existir, caso não houvesse ainda um grande preconceito com relação as mulheres. Este dia tem uma motivação política para que se reflita sobre a situação da mulher na sociedade contemporânea. Situação que já melhorou se comparada aos primórdios da história da humanidade. Nos tempos antigos, mais precisamente na Grécia do século V a.c., a mulher era equiparada aos escravos, aos estrangeiros e as crianças, cujos direitos simplesmente inexistiam. Para os gregos da época essa era uma configuração normal, ou seja, era algo que compreendia as determinações da natureza humana. Era assim porque a natureza tinha determinado ser desta forma. Na Idade Média, da não existência a mulher passou a começar a ser vista como um ser existente, mais ainda depreciativamente. Era, muitas vezes, considerada um perigo para os homens. Espécie de feiticeira ou bruxa. Na modernidade, no decorrer do tempo, a mulher foi passando a conquistar direitos até nossa atualidade onde vota, a trabalha e governa. Encontraremos em vários setores da sociedade a presença da mulher, conquistando as oportunidades que antes eram de exclusividade dos homens e que são direitos de todo o ser humano, independentemente do sexo. Contudo, ainda existem muitos preconceitos, muitas mulheres ainda são violentadas por seus maridos, ainda são recusadas em determinadas atividades profissionais. Cabe as mulheres continuarem na direção da conquista e cabe aos homens reconhecerem que é justo e muito bom terem igualdade de direitos com as mulheres, por que, afinal, o que seria de nós sem elas? Na verdade, sem elas nem seríamos. Nem existiríamos. É do ventre apaixonado da mulher que somos projetados para a vida. E a mulher amada, a mulher namorada? O que seria de nós sem elas? São, com certeza, grandes motivos da nossa existência. Obrigado mulheres por existirem e esperamos que em breve não se precise mais existir do dia internacional da mulher, pois não teremos mais preconceitos contra a mulher e todo o dia será o dia delas.

Arquivos